quenhé

(Se preferir um resumo, leia a parte em itálico – assim)

Em primeira pessoa:

Nasci no dia 19 de Outubro de 1991, as 8h55, num hospital pros lado da rodoviária, em Sorocaba, estado de São Paulo (se tiver afim de calcular o mapa astral, faz favor: AQUI).

Provavelmente, depois de algumas horas ou poucos dias de recuperação, minha mãe voltou pra casa, na zona rural de Piedade, e ligou a vitrola (claro que eu tô romantizando) – onde ouviam e escutavam desde Frank Sinatra (“Mr. Booze” ou minha primeira palavra anglo saxã “BIDABU”), passando por músicas infantis, MPB, até diversos compositores erudas/meus amigos imaginários da infância. Brincar de vitrola e tocar a música do danoninho no teclado eram meus principais objetivos. Assistir TV, ver os famosos, ouvir um som, correr e andar de bike em meio a natureza, enquanto eu via catar berne dos bichos e evitava jararacas venenosas.

Só fui “pra cidade” quando pré-adolescente e aí virei esta pessoa: gostava de estudar e de bagunçar, e sempre amei, de uma maneira até inconsciente, os SONS (sonidos, sounds): música, imitações, dublagens, descrições sonoras fiéis, improvisações de temática variada na escola, e QUALQUER coisa que envolvesse barulho… e silêncio também.

Atualmente, sou editora de som em projetos audiovisuais, mas procuro trabalhar/colaborar com som em tudo que me despertar interesse e curiosidade.

animating_animation